Visualizar como página web.

Segunda-feira, 10 de junho de 2019

resumo de hoje —

A suspeita de ação indevida de Sergio Moro na Lava Jato. A reação dos procuradores. O relatório da reforma da Previdência. Os protestos em Hong Kong. E outras coisas mais.


entenda o que está em jogo agora —

A suspeita sobre Moro 1

  • O site The Intercept publicou ontem mensagens que teriam sido trocadas de 2015 a 2018, via Telegram, entre o hoje ministro da Justiça, Sergio Moro, e o procurador Deltan Dallagnol. Elas apontam interferência indevida do então juiz nas investigações da Lava Jato. / the intercept

A suspeita sobre Moro 2

  • O material foi obtido com uma fonte anônima e mostra, segundo o site, que Moro sugeriu testemunha, opinou sobre o andamento das apurações, antecipou decisão aos acusadores e articulou movimentos que, se comprovados, ferem a imparcialidade de um juiz. / folha

A suspeita sobre procuradores

  • Há ainda mensagens que teriam sido trocadas entre os procuradores da Lava Jato. Elas mostram receio sobre a consistência das acusações contra Lula nas vésperas da denúncia do caso tríplex em 2017 e discutem formas de impedir uma entrevista do ex-presidente, da cadeia, nas eleições de 2018. / the intercept

A nota da Lava Jato

  • A força-tarefa da Lava Jato divulgou nota ontem dizendo ter sido alvo de um ataque hacker que “invadiu telefones e aplicativos de procuradores”. O texto diz que os dados captados “refletem uma atividade desenvolvida com pleno respeito à legalidade e de forma técnica e imparcial”. / uol

A ação de hackers

  • Nos últimos dias, Moro foi alvo de um ataque de hackers em seu celular, assim como um desembargador e um juiz que lidam com a Lava Jato a partir do Tribunal Regional Federal da 2ª Região. / poder360

As repercussões

  • O ministro Gilmar Mendes, do Supremo, disse que “o fato é muito grave”. O ministro Marco Aurélio Mello, também do tribunal, afirmou que as mensagens colocam em dúvida a equidistância da Justiça. Para a defesa de Lula, o conteúdo indica uma “clara motivação política” em condenar e prender o petista. / bbc brasil

olhe além da fronteira —

O protesto em Hong Kong

  • Milhares de pessoas saíram ontem às ruas de Hong Kong para protestar contra um projeto de lei que prevê a extradição de suspeitos para a China continental. Apesar de estar ligada oficialmente à China, Hong Kong dispõe de um sistema autônomo em relação ao governo de Pequim. / nyt

fique atento a isto —

O relatório da reforma

  • Relator da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara, o deputado Samuel Moreira deve apresentar seu parecer até quarta-feira. Ontem, o chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, reuniu-se com Jair Bolsonaro para discutir o tema. Segundo o ministro, a preocupação é que o texto tenha “boa potência fiscal”. / folha

Onde está a reforma

  • A reforma da Previdência do presidente foi apresentada em fevereiro e prevê mudanças profundas no acesso à aposentadoria no Brasil. O governo fala em aprová-la no plenário da Câmara ainda em junho. Este gráfico mostra o caminho que a proposta já percorreu e o que ainda há pela frente no Congresso. / nexo

A pressão do governo

  • Bolsonaro usou o Twitter no fim de semana para pedir ao Congresso a aprovação do projeto que autoriza o governo de descumprir a chamada regra de ouro. O presidente disse que, se isso não ocorrer, não poderá pagar benefícios a idosos e pessoas com deficiência neste mês. / poder360

A regra de ouro

  • A regra de ouro impede o governo de adquirir dívidas para pagar despesas correntes, como benefícios sociais. Bolsonaro quer autorização para descumpri-la em razão da crise fiscal pela qual passa o país. O projeto está parado na Comissão Mista do Orçamento. Este texto explica o funcionamento do dispositivo. / nexo

opinião —

A política de drogas

  • “O Supremo teve a oportunidade de julgar o recurso que descriminaliza o porte de drogas, mas a mudança que ocorreu foi outra: instituíram novas formas de punir usuários”. Leia no ensaio de Fábio Felix e Gabriel Santos Elias sobre a política nacional de drogas e o debate sobre a descriminalização. / nexo

Contra o esquecimento

  • “Não deixar que crimes socioambientais sejam esquecidos requer lutar por responsabilização dos culpados, justiça aos atingidos e superação do modelo predatório da mineração no Brasil.” Leia na coluna da deputada federal Áurea Carolina na seção “Tribuna”. / nexo

desacelere —

Como começar

  • O podcast “Como começar” trata da obra do escritor israelense Amós Oz, desde o uso da língua hebraica até o trabalho como ensaísta, ativista e, principalmente, como ficcionista. / nexo

inspire-se —

Favoritos

  • O músico e escritor angolano Kalaf Epalanga, participante da Flip de 2019, indica cinco obras que ajudam a refletir sobre deslocamentos espontâneos ou forçados. / nexo
 

        

DĂȘ o Nexo de Presente

A a_nexo também é app

AppStoreGoogle Play

Enviado por Nexo Jornal em 10/06/2019.
Rua Araújo, 216 — 8º andar / São Paulo — SP.
Se deseja não receber mais mensagens como esta, descadastre-se.